Talvez a última de Amor




Eu sei que vou te amar
Por toda a minha vida eu vou te amar
Em cada despedida eu vou te amar
Desesperadamente, eu sei que vou te amar

E cada verso meu será
Prá te dizer que eu sei que vou te amar
Por toda minha vida

Eu sei que vou chorar
A cada ausência tua eu vou chorar
Mas cada volta tua há de apagar
O que esta ausência tua me causou

Eu sei que vou sofrer a eterna desventura de viver
A espera de viver ao lado teu
Por toda a minha vida



~Composição: Tom Jobim / Vinícius de Moraes







1 comentários:

Anice Bellini 18 de fevereiro de 2010 08:28  

Uma das declarações de amor mais lindas de todos os tempos.

Postar um comentário

Um homem Sério

Algo sobre o Vazio

Deixa ver...algo que não tem nada dentro?
mas se não tem nada porque recebe nome?